Cittadinanza    cidadania   ciudadanía  Italian Citizens   

UTILI

Come ottenere la Cittadinanza Italiana 
La cittadinanza italiana è regolata nel suo complesso dalla legge n.91 del 5 febbraio 1992 (G.U. n.38 del 15 febbraio 1992) e dai relativi regolamenti di esecuzione, introdotti con d.p.r. n.572 del 12 ottobre 1993 e d.p.r. n.362 del 18 aprile 1994. 

La cittadinanza italiana si basa sul principio dello "ius sanguinis", in virtù del quale il figlio nato da padre o da madre italiani è italiano. 
La trasmissione della cittadinanza non prevede limiti di generazione ma non consente salti generazionali. 
Tuttavia i nati prima del 1 gennaio 1948, data dell'entrata in vigore della Costituzione della Repubblica Italiana, sono cittadini italiani solo se il padre era cittadino italiano. 

La trasmissione della cittadinanza per via materna avviene solo per i nati successivamente al 1 gennaio 1948. 
La casistica in materia di cittadinanza è particolarmente complessa; si raccomanda pertanto di rivolgersi all'Ufficio Consolare del Paese di residenza per avere un quadro preciso sulla propria situazione e avere indicazioni dettagliate sulla documentazione necessaria.
 Lo svolgimento di tutto l'iter burocratico è previsto in circa 3 anni

- Circolare n. 28 del 23 12-2002 del Ministero dell'Interno sulla cittadinanza italiana
- il testo integrale della legge sulla cittadinanza n°91 del 5-2-1992

- La legge su immigrazione e asilo,Legge 189 (dal 10-9-2002)
- Il rientro e la permanenza in Italia degli Italiani di 2° o 3° generazione privi della
   nazionalità Italiana Consigli ed indirizzi utili 
  

 

 

 torna-up^


você 

Se você é descendente de imigrantes italianos, então, você é cidadão Italiano por " Jus Sangüinis", isto é, direito de sangue, pois a Itália reconhece a cidadania pela transmissão sangüínia. 
Pela legislação italiana a cidadania é sempre transmitida pela linhagem masculina, isto é, o pai transmite aos filhos. 
Porém, a mulher também pode transmitir cidadania aos filhos nascidos após 01/01/1948. 
O marido pode transmitir à esposa através do matrimônio, se realizado anteriormente à 27/04/1983. 

Na prática, você deve ser filho(a), neto(a) ou bisneto(a) de italianos. 
Não há diferença entre a cidadania reconhecida do descendente e aquela dos que nasceram na Itália; 
Na maioria dos casos as famílias não guardaram os documentos do ascendente italiano e encontram dificuldades em localizar, na Itália, a cidade onde nasceu esse ascendente. É um trabalho de pesquisa, às vezes difícil mas que torna-se fundamental para o sucesso do processo de requerimento da cidadania italiana.
Muitas vezes a busca dos documentos é dificultada pela incorreção dos documentos emitidos no Brasil, como erro na grafia do sobrenome Em outros casos os documentos se encontram em cartórios muito antigos ou mosteiros onde a pesquisa é mais difícil.  Entre a busca de documentos, encaminhamento do processo e aprovação até 3 anos.
A “Associazione Mantovani nel Mondo” oferece assistência gratuita para encontrar os documentos de Registo Civil, necessarios para conseguir a cidadania italiana, nos Arquivo do Estado, na Prefeituras, na Curia, Paróquias e outros Entes e Cartórios italianos da Provìncia (Região) de Mantova. Outras informação
As pesquisas serão feitas exclusivamente depois que o requerente terá preenchido e assinado o modelo de assisténcia.

Legislação italiana: L. cidadania n°91 del 5-2-1992  
                             Imigração & asilo político,L. 189 (dal 10-9-2002)

FORMULÁRIOS do:Consulado italiano no Brasil

Embaixada da Itália: http://www.embitalia.org.br/
Consulado Geral da Itália em São Paulo: http://www.italconsul.org.br/
Consulado Geral da Itália em Curitiba: http://www.concuri.org.br/
Consulado Geral da Itália em Porto Alegre: http://www.italconsulpoa.org.br/
Consulado Geral da Itália no Rio de Janeiro: http://www.conrio.org.br/

Arquivos onde pesquisar sobre os imigrantes no Brasil:
- Museu do Imigrante - Rua Visconde de Paranaíba, 1316 - Brás - 03044-001 São Paulo/SP
- Arquivo Nacional - Rua Azeredo Coutinho, 7 - Centro - 20230-170 Rio de Janeiro/RJ
- Bibliotecas Públicas - Bibliotecas das Universidades Estaduais e Federais
- Associações Italianas no Brasil 

Sites de busca na Internet:


N.B. Associação Mantovani nel Mondo" não possui nenhum vinculo com as empresas acima mencionadas e nem se responsabiliza pelos serviços prestados pelas mesmas.



torna-up^

ciudadanía


COMO OBTENER LA CIUDADANÍA ITALIANA

La ciudadanía italiana está reglamentada en su totalidad por la ley n.91 del 5 de febrero de 1992, (G.U. n.38 del 15 de febrero de 1992) y por los relativos reglamentos de ejecución, introducidos con d.p.r. n.572 del 12 de octubre de 1993 y d.p.r. n.362 del 18 de abril de 1994. 
La ciudadanía italiana se basa en el principio del "ius sanguinis", en virtud de la cual: el hijo nacido de padre o de madre italiana es italiano.
No obstante, los nacidos antes del 1 de enero de 1948, fecha de entrada en vigor de la Constitución de la República italiana, son ciudadanos italianos sólo si el padre era ciudadano italiano.
La transmisión de la ciudadanía por vía materna sólo tiene lugar sucesivamente para los nacidos al 1 de enero de 1948. 

La transmisión de la ciudadanía no prevé límites de generación sin embargo no permite saltos generacionales.
Actualmente, la Legislación Italiana no prevé la adquisición automática de la ciudadanía italiana por matrimonio con un ciudadano o con una ciudadana italiano/a.
Dicha adquisición automática, se admite sólo si el matrimonio fue celebrado antes del 27 de abril de 1983, fecha en que cambió la ley referida a esta materia.

Los ciudadanos italianos que se han naturalizado con la aplicación del Acuerdo italo-argentino de 1971 y, por lo tanto, han perdido algunos derechos inherentes a la ciudadanía italiana, pueden volver a adquirir plenamente dicha ciudadanía mediante una declaración de revocación efectuada frente al Cónsul General y en presencia de dos testigos. 

Más Informaciones

Consolato italiano en Argentina 


Actualmente la casuística en materia de ciudadanía es particularmente compleja; se les invita por lo tanto dirigirse a las Oficinas Consulares del País de residencia para obtener un cuadro preciso respecto a las posibilidades del caso específico, y tener indicaciones detalladas sobre la documentación necesaria. 

   

torna-up^

 


Citizens 


As to become the Italian Citizens 
The Italian citizens nationality is regulated in his complex by the law n.91 of February 5 th 1992 (G.U. n.38 of February 15 th 1992) and from the rules of execution inserted in the d.p.r. n.572 of October 12 th 1993 and d.p.r. n.362 of April 18 th 1994.  
Italians citizens nationality is founded on the principle of the "ius sanguinis", in virtue of which the child born from the Italian father or the Italian mother, after the 1 January 1948, is italian citizen .  
The transmission of the Italians citizens nationality doesn't foresee limits of generation but it doesn't allow jumps of generation 
The Constitution of the Italian Republic, establish that the child born, first of the 1 January 1948, is italian citizen, only if his father is italian citizen . 
  
In reality the casuistry object in the italian citizen is particularly complex; I recommend you turn to the Italian Consulate office of your Country of residence to have a indication detailed on the necessary documentation.

torna-up^



Mantovaninelmondo© 1999-2003
All rights reserved

 liberatiarts© Mantova Italy